domingo, 17 de julho de 2011

Potter e eu



um ciclo

[do primeiro
a que vi sozinha
a desejar um filho
na cadeira vazia

ao derradeiro
a que vimos juntos
ele já com dez anos
em minha companhia]


Para meu filho que, por coincidência,
é chamado de Harry aonde quer que vá.

16 comentários:

Renata de Aragão Lopes disse...

Chorei.

Tania regina Contreiras disse...

Homenagem bonita!!! :-))
Beijos,

Anônimo disse...

re, com certeza vc chorou de emoção. Ter um filho como o seu é privilégio de poucos.
bjs tesoura

Adriana disse...

E lágrimas de poetas
versos viram!
Muitas
e belas
aberturas e fechamentos
de ciclos
e círculos.
Tudo é mágico
minha mágica
Menina dos Poemas Iridescentes...
bjoflo,
Dri Barata

Daniela Delias disse...

Que amor!
Bjinho!

Ana Pontes disse...

Ah, que doce. Adoro histórias com um quê de diferente. E adorei seu blog, já estou seguindo.
Bem, queria lhe convidar a visitar o meu, e seguir caso goste. Não sei se seria audácia demais, mas fica aí o humilde e receoso convite.
Beijos,
Ana Pontes

http://asoleneanapontes.blogspot.com/

Talita Prates disse...

que linda homenagem, Rê!
Aposto que ele é tua mágica mais bonita (e mais real!)!

Um beijo,

Talita

perciliana disse...

Muito linda a homenagem ao Poli,ficará pra sempre!!! Bjs bjks pra vcs!!! Tia Pê

Domingos Barroso disse...

Que poema mais amoroso,
lindo, belo, sublime
...


beijo carinhoso.

Eraldo Paulino disse...

Eu aqui com saudades dos meus garotos, vendo esse post também não pude me segurar.

Bjs!

Elisa T. Campos disse...

Encontrei seu espaço e me encantei.Também chorei.A que vimos juntos (eu e minha filha com vinte e cinco anos).Também sou bacharela em Direito e já aposentada pelo T.Justiça estadual. Poemas, eu não domino, mas adorei os seus.
Veja o meu blog

bjs.

Luciane Slomka disse...

Que lindo, Re, querida... Essa é a melhor das "sagas"... Beijos!

MIRZE disse...

Renata!

Via a chamada do seu blog e pensava:" o que dizer desse personagem?"

Nunca vi nada do famoso Harry Potter, mas aqui, vi o amor que mesmo sem entender personagem abraça e se une ao filho. Segue a saga de Harry e sublima todo amor de mãe por um filho.

Parabéns, doce poetisa.

Beijos

Mirze

Solange Maia disse...

Renata...

lindo saber que tem um filho... e tuas palavras fizeram meus olhos líquidos, mais do que assistir Harry Potter...

beijo enorme, sou sua super "fã"...
você sabe...

Paulo disse...

comigo foi diferente , assiti a todos os filmes junto com meu filho ,menos o ultimo , no ultimo chorei , nao só pelo fim da saga , mas porque a infancia dele tambem se foi e na sala de cinema eu estava só . beijos
muito bem escrito , parabens .

Paulo Rogério disse...

Entre o desejo, a encarnação do sonho, a cumplicidade e ao mesmo tempo a independência deles: filhos, como resistir a seus encantos!
compreendo como é bom ver o melhor de nós refletido neles...
Beijo!