segunda-feira, 7 de março de 2011

A sociedade como ela é



Sem pierrô
e colombina,

sem confete
e serpentina,

a rua cheira
a cigarro e urina.

Carnaval não é fantasia,
mas a nudez de nossa rotina.


35 comentários:

CARLA STOPA disse...

Nua e crua...Concordo...

Anônimo disse...

renata falou pouco e acertado
carnaval de rua é isso aí
bjs tesoura

Lara Amaral disse...

Falou bem, Rê!

Beijo, querida.

Fabrício Franco disse...

Renata,

Seu poema crava-se, certeiro, no que vivemos hoje em dia. Carnaval, aquele dos pierrôs e colombinas, perdeu-se num desses anos do passado. Hoje, é essa imagem que você nos pinta.

Muito bom!

Marcelo Mayer disse...

e nesse dia muita gente deveria é tirar a máscara, não coloca-la

Tania regina Contreiras disse...

Pior que é...

Beijos,

Patrícia disse...

Essas palavras me deixaram pensando... pensando que no Carnaval a alegria toma conta de muita gente que não sabe nem o motivo!

Beijo

Mirze Souza disse...

Renata!

Como sempre você ultrapassa a barreira do impossível.

Vou gravar essa "máxima": Carnaval não é fantasia, mas a nudez de nossa rotina!

Parabéns, doce poetisa!

Beijos e FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

Mirze

Pedro disse...

Mas a gente tira uma semana do ano para brincar de ser o que não se é.

Tiago Medina disse...

Dia de quarta-feira de cinzas...

Assis Freitas disse...

pior que impera a mudez de todo dia,

beijo a ti pelo teu dia, e todo dia ser

Ana F. disse...

que lucidez!

Lis disse...

Pior que cada um é um, com rotinas diferentes aí vira essa babel rsrs
ainda bem que tem uma quarta-feira...
a sociedade não carnavalesca agradece rs
abraços Renata

RosaMaria disse...

A verdade é sempre bela.
Mesmo que doa.

Gostei muito e concordo com o Marcelo.

"Neste carnaval todos deveriam tirar as máscaras"

Beijos
Parabéns

Adriana Godoy disse...

Sempre precisa, Renata. Beijo

Í.ta** disse...

que crítica mordaz e muito bem feita! amei. olhar atento para o mundo ao nosso redor.

beijos.

MOISÉS POETA disse...

cinzas...!

um beijo!

"Voando com Borboletas" disse...

Quanta beleza
Quanta doçura
Quanta sensibilidade
Adorei seu blog, sua verdade!

Escreve muito bem. Tem muito talento!
Aproveito e deixo, com sua permissão, um trecho de minha ultima postagem. Uma conversa com meus botões...indagações...
Espero vê-la em minha casa.
Bjs
Borboleta

Enquanto o AMOR não prevalecer....

Ultimamente tenho conversado muito com DEUS sobre religiões, doutrinas.
Acabo postando algumas conversas minhas com Ele.
Pensamentos....indagações....uma fase...
O que será que Ele pensa sobre tudo que anda acontecendo aqui nesse nosso mundinho chamado Terra? Especificamente sobre tantas religiões e doutrinas? (continua no blog...)
http://voandocomborbolletas.blogspot.com/

Tatá R. da S. disse...

Parabéns.
Simples, direto e verdadeiro.
=*

Edu disse...

Pois é, né? Gosto tanto do carnaval, pena q tenha q ser tão sujinho...

NDORETTO disse...

Esse poema está lembrando Nelson Rodrigues e Plinio Marcos.....poema pesado e bom.. ..Gostei!
bjs
Neusa

Daniela Delias disse...

Adoro! Adoro td aqui! Bjinhos...

Ramon Alcântara disse...

Belo, belo! O irônico: uma bela marchinha!

Mauro Lúcio de Paula disse...

Os seus versos são singelos, simples e verdadeiros. A sua poesias encanta porque não precisa de fantasia nem alegria sem motivos. Parabéns pelo retrato fiel, infelizmente, da nossa nua e crua sociedade.

Mário Liz disse...

eu sempre me emociono e me aciono por aqui. Hoje foi o dia de me acionar. Esta filosofia crua e ácida corroeu minha realidade e ativou minha alma. Tudo verdade. A uréia e a nicotina, o vômito das máscaras já anteriormente estavam latente em nós e que despertaram na grande festa do Rei Momo. Viva o Brasil e nosso castelo de areia!

Lai Paiva disse...

É bem verdade Rê. Bjs

Lai Paiva disse...

É bem verdade Rê. Bjs

Anônimo disse...

Que gracinha de poesia!!!

Saudade de você sumida!

Beijo
Tereza Stancioli

Sabrina Davanzo disse...

Verdade, Renata! Adorei! =)

MariaIvone disse...

A verdade nua e crua!

beijo, Renata

Patrícia ♥ disse...

Que bela verdade!!

Parabéns :D

seguindo vc, retribui?
beijos,
http://pathyoliver.blogspot.com

Myrela disse...

Voltando a visitar esse blog que está, como sempre, excelente. Gosto muito desses teus grandes poemas mínimos...parece que quanto menor eles são, mais coisas dizem. Muito bom mesmo!

Dalva Maria Ferreira disse...

Nota dez! Gostei, gostei, gostei.

C. disse...

encantada com suas palavras
palavras bonitas
beijos e flores

Sandra disse...

Muito bom! Bela visão esta.