domingo, 24 de abril de 2011

Incompletamente eu





é pouco
trocar de roupa
lavar o rosto
pintar a boca

[ disfarce ]

é preciso
trocar de humor
lavar a alma
pintar o sorriso

] criar-se [


A mulher nunca se reconhece no espelho. (Twitter)


28 comentários:

Fabrício Franco disse...

Renata,

Adorei o contraponto entre o criar-se e o disfarce. Aproveitando o ensejo do dia, que você se (re)crie a cada nova manhã. Feliz Páscoa!

Abraço!

Renata de Aragão Lopes disse...

Páscoa = renascimento.
Renata = renascida.

Obrigada pelo comentário, Fabrício!
Uma feliz Páscoa a todos!

Long Haired Lady disse...

é preciso!

…mas tão dificil...

♥ Fernanda disse...

Alma lavada e sorriso nos olhos...Missão nossa de cada dia!
Um lindo domingo de Páscoa e uma linda semana.

Domingos Barroso disse...

e que as mudanças venham
de dentro em que o tom
mais forte é a verdade
...

abraço carinhoso.

Márcio Ahimsa disse...

a mulher
não se reconhece
diante de um espelho,
se reconhece mesmo
é pelo olhar atento
que, a contento,
a percebe lento
em detalhe -
e é vento que
se espalha
em beleza
ao vil tempo
que não existe.

Canteiro Pessoal disse...

Renata, que frase! Ameiiii...

Abraços

Priscila Cáliga

Andarilho disse...

Bela Metáfora sobre a Existência. Ainda Mais pertinente em tempos pascais.

Fraterno Abraço.

Assis Freitas disse...

a magia dos espelhos, há os que refletem essência,

beijo

MIRZE disse...

Momento mágico de sua poesia Renata!

A ressurreição e a nova face / criar-se sem disfarces!

Sensacional!

Beijos

Mirze

Sandrio cândido. disse...

Pena que na época das plasticas as pessoas trocam de rosto tão rapido.
abraços

Adriana Godoy disse...

Sábios versos, Renata. Beleza! beijo

Rosemildo Sales Furtado disse...

Isso, porque as transformações são intensas e elas acabam vendo fantasmas.

Beijos, Feliz Páscoa e ótima semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Samuel disse...

linda poesia
delicada
perfeita

boa semana

Samuel

Luiza Maciel Nogueira disse...

criar é preciso sempre, com esperança
muito bom
beijos!

Moni. disse...

Que poema mais inteiro, Rê!

Em versos, ideias, sinais e o lindo salto no final.

Feminino e forte. Uma linda combinhação!

Beijos, querida!
Sou fã demais!!!

Moni

Lara Amaral disse...

Verdade, moça! Adorei!

Beijo.

Carina B. disse...

Lindo demais, Renata!

[J] u s t a [M] e d i d a disse...

Simples, sofisticado e natural, adorei!!

Mário Liz disse...

descobrir-se é criar-se... mas é ao perder-se que você se reencontra ... plena em poesia.

Úrsula Avner disse...

poema intimista, visceral Renata... O espelho nunca revela nosso ser por inteiro, somos muito mais que a imagem ali retratada e ao mesmo tempo, ele é nossa fonte de auto-conhecimento, quando verdadeiramente nos disponibilizamos a olhar para nosso íntimo... O nosso espelho são os outros...Bela expressão poética. Bj.

Andressa disse...

Adorei,

vou te seguir!

Andressa Dantas disse...

amei...

"é preciso
trocar de humor
lavar a alma
pintar o sorriso"

linda!

Rafaela G. Figueiredo disse...

Rê, tua veia poética sangra verdades.
gosto tanto... =)


*a associação semântica do teu nome... nossa, real! bacana!

beijos!
bom fds

Talita Prates disse...

sim, querida amiga
: é PRECISO!

adorei...

Beijo,

Tatá.

Carina B. disse...

Engraçado, já tinha lido esse mas hoje reli e quase parecia outro. Textos bons são assim, renovam-se a cada leitura. Entre o disfarce e a criação, a máscara e a nudez.

Beijos.

Carina B. disse...

Engraçado, já tinha lido esse mas hoje reli e quase parecia outro. Textos bons são assim, renovam-se a cada leitura. Entre o disfarce e a criação, a máscara e a nudez.

Beijos.

Cris de Souza disse...

gosto muito do seu estilo: ritmado e envolvente.

beijo, doce de moça!