sexta-feira, 5 de junho de 2009

Color-ir



A vida
é uma caixa sortida
de lápis de cor:


cada um
vive o tom
preferido que for.


Escrito há mais de 15 anos.

25 comentários:

Renata de Aragão Lopes disse...

De que cor vai sua vida?

Bea - Compulsão Diária disse...

Depende do dia, Renata.
E qual a cor da cor? .;)))
Taõ novinha e já mostrava o talento que hoje te faz poetisa das melhores
Adorei isso

Talita Prates disse...

Minha vida era preta! (tive distimia na adolescência, uma espécie de depressão moderada mas crônica... :S)
Hoje, minha vida é rosa!!!
Bjoooo, infante poeta!

nina rizzi disse...

eu vou dar uma caixa de lápis coloridos a um amigo...

sim, acertou, tá vermnelho :p

mui bueno, visse :)
beijo.

marcia szajnbok disse...

um pouco azul, um tanto verde, outro amarelo
mas um toque de vermelho sempre faz tudo mais belo
e tons de rosa, ou lilás ou azul turqueza,
vão transformando meu cinzendo - que beleza!
no fim de tudo, nada de preto
que é nada de cor e sem cor é tanto
no fim de tudo, todas juntas, somadas, brilham:
o amor é branco!

VFS disse...

espero que o "meu" azul também alegre a sua vida.

beijos

Renata de Aragão Lopes disse...

Que elogio, Bea! Grata pela admiração (em verdade, recíproca).

Do preto ao rosa: que bom, Talita!

Presente realmente sugestivo, Nina-carmim!

Você quer todas as cores, Márcia! Viver um pouquinho de tudo...

Obrigada pela visita, Vicente-blue!

Uma noite clara a todos!

Sonia Schmorantz disse...

"Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.
Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história antes que ela seja varrida na manhã seguinte pelos garis.
Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as catedrais de Paris.
Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você não
viver uma boa história pra contar."
(Pedro Bial)

Na impossibilidade de entrar em detalhes, como eu gostaria imensamente como todos amigos que tenho, venho trazer um pouco de poesia e desejar que seu domingo, sua nova semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!

Um abraço

Sônia

Wania disse...

Lindo, Renata!
Eu sempre gosto de usar todas as cores, não poupo os lápis. Se um desenho sai mais escurinho, com certeza, o próximo será beeeeem colorido.
Bjs e bom domingo!

mariab disse...

entre o azul e o cinza... gostei muito do poema.
beijos

Bebel disse...

Geralmente sou verde esperança e vermelho paixão, mas hoje me encontro um tanto preto e branco...

Lindo poema!
Beijos

Juliana Licio disse...

De vez em quando eu gosto de ser o azul, outras vezes o amarelo. Agora o bom mesmo, é que desta combinação sempre resulto na cor verde.


Oi Renata,

muito obrigada pelo elogio em meu blog. Apareça sempre que quizer, escrever para mim tem sido muito importante e ganhar elogios de pessoas como você me incentiva cada vez mais.

Beijo!

Graça Pires disse...

Um poema singelo e cheio de encanto.
Um beijo.

Adriana Godoy disse...

que delícia...dá vontade de desenhar e sonhar. Bj

Ígor Andrade disse...

Minha vida vai descolorindo... rs
Gostei da tua visita e do teu blog. Volte sempre!
Abraço, Renata!

Sabrina Davanzo disse...

hahaha.. coincidência mesmo, Renata!
linda sua brincadeira com as cores!
um beijo

Anônimo disse...

a minha vida sempre foi bem colorida, algumas vezes acinzentada ou preta. mas logo,logo eu passo alguma cor em cima etudo fica colorido.
te amo bjs

malvina

Renata de Aragão Lopes disse...

Obrigada, Sônia! Domingo multicor, apesar da gripe (risos). Espero que retorne ao blog.

Wânia e Mariab, obrigada pela visita e pela resposta!

Bebel, que o desenho de sua semana receba retoques!

Juliana, igualmente grata pelo estímulo!

Adriana, você praticamente já delira em cores no seu blog! (risos)

"Descolorindo", Ígor? Trate de reforçar as cores...

Sabrina, ambas falamos de cores e brincadeiras! Bela coincidência.

Malvina, você é uma pessoa colorida! E o melhor: tem me emprestado seus lápis de cor... (risos)

Um beijo em todos vocês!

tania não desista disse...

um mimo ,renata!
colorir a vida ...sonho real de todos! o verde é a cor mais presente nos meus dias..pelo meu contato constante com a natureza...e o branco também...pela paz..
harmonia...leveza... que tanto gosto.
bj
taniamariza

Neotenia disse...

Minha vida é um caleidocópio...rs!

Neotenia disse...

Minha vida é um caleidocópio...rs!

tonhOliveira disse...

Lápis de cor é meu tema preferido.

Colo(rindo)
e de(cor)ando pra saber de cor!

Lindo poema...

Beijos!

: )

Renata de Aragão Lopes disse...

Verde e branco, Tânia! Harmoniosa combinação.

Suponho, então, Ana, que sua vida seja uma diversão! (risos) Que bom!

Lindos acréscimos, Tonho! Obrigada!

souto disse...

Retribuindo a visita. Favoritando o espaço. Admirando a sensibilidade. Gostei muito!

ps.: ontem eu pintei a parede do meu quarto de azul-petróleo :]

Renata de Aragão Lopes disse...

Obrigada, Souto! Pela visita e elogio. Espero que retorne.

Quanto à parede do quarto, nada como colorir um pouco o nosso espaço, para que tudo pareça diferente! Seja feliz em meio ao azul...