quarta-feira, 19 de maio de 2010

Coração



Que fazer com o pingente,
quando a corrente
perde um elo?


46 comentários:

Cleber disse...

Isso que dá comprar pingente em loja de bijuteria...hehhe
Aposto que esse pingente não era dourado...hehhe
Parabéns pelo excelente blog, vc parece ser uma pessoa fora de série. ;-)

Luciane Slomka disse...

A gente guarda com carinho o pingente, porque romper a corrente significa que ela não era forte o suficiente para carregar o teu coração.

Então, que enquanto outra não haja, tu segure e aqueça o pingente em tuas próprias mãos!

Saudades daqui!

Beijos!

Marcelo Mayer disse...

virou lembrança

Solange disse...

faça como eu, segure o pingente em suas mãos, pois mesmo sem a corrente ele continuará contigo.
bjs.Sol

manuel marques disse...

Parte sempre pelo elo mais fraco...

beijo.

Marcantonio disse...

Posto que o pingente
agora está livre,
pode-se exibi-lo como um signo, pássaro em pouso breve,
broche leve.

Abraço.

Mila disse...

Guarda com carinho. Sempre encontramos um novo cordão, às vezes mais belo e com um lindo coração...
Bjs
Mila

Marcelo Novaes disse...

Renata,





Dar de presente o pingente, e ficar com o pescoço livre. Sem pingente, pra que corrente?!






Um beijo.

Lara Amaral disse...

[dependurá-lo no prego.

Só uma brincadeira, amiga, gostei do seus terceto, nos remete a muitas coisas.

Beijo terno!

ValériaC disse...

Delicada situação...pois uma vez o elo partido, mesmo que remendado...nunca mais será o mesmo apoio para o coração...
Bjo amiga

Valéria

Rosa Carioca disse...

Se o pingente valer a pena... tenta-se colocar nova corrente... quem sabe... pois essa corrente... já era!

Mistério do Planeta disse...

guardar.
acho que somente isso.

A.S. disse...

O elo partido pode ser substituido... o pingente Não!

Beijos
AL

disse...

Oi Rê! Uma segunda chance. Bjos

Myrela disse...

Não dá pra soldar??? Essa é a primeira alternativa.
Se não der procura outra corrente que caiba o pingente...

Mari disse...

Doce meio amargo delicioso esse poema...

Adorei teu blog!

te adicionei no "Meus Pássaros Encantados" e estou seguindo as migalhas do teu doce.

Bjsss

Í.ta** disse...

cuidar para não perdê-lo.

lindíssimo, renata!

beijo.

Juan Moravagine Carneiro disse...

Muito bom...

Abraço!

Solange Maia disse...

na prática a teoria sempre é outra... então o que fazer ????

ai... ai...

beijos Renata....

Eliana disse...

Ah, coleção de pingentes também é bonita... obrigada por tua visita. Doce de lira é muito belo. um beijo.

RICARDO LEAL disse...

Renata

O principal elo dessa corrente
é o coração(pingente)...

Belíssimo!

Florentino disse...

muito bom ver esta familia de amigos ..,.esto ficando

Graça Pires disse...

É melhor não quebrar a corrente...
Um beijo.

♱CelasVic†oria♱ disse...

Muito lindo, pequeno e tão profundo! ^^

Amei o seu blog, realmente é um doce de lira! =)

Sempre que eu puder vou vir dar uma lida em seus posts.

Beijos! ;**

Erica Vittorazzi disse...

Eu guardo no porta jóia!!!



Beijos

Jéssyca Carvalho disse...

Resgatar o elo perdido, unir tudo novamente, refazer as esperanças (e alianças) e seguir, sempre na direção que o vento (e o coração) te levar!

Beijos!

BAR DO BARDO disse...

Detalhe essencial.

Nathi Delacroix disse...

Não há joalheiro que conserte! :~

Batom e poesias disse...

Sem sugestão, só comentário.
:)
Acho a concisão um grande talento, e você exubera nesses versinhos.

Bom demais, Renata.
bj

Rossana

Batom e poesias disse...

Sem sugestão, só comentário.
:)
Acho a concisão um grande talento, e você exubera nesses versinhos.

Bom demais, Renata.
bj

Rossana

Marcia Carneiro disse...

Concordo com Rossana. "Cada um com seu cada qual" não é ??! Versosque paralisam a gente... Sempre.

Vitória de Melo Bispo disse...

É impressionante como quem verdadeiramente o sabe fazer, descreve o que sente: Não entrega o ouro, deixa que o leitor imagine quais são os elos ou pingentes, ou até mesmo que os tome pra si em sua própria interpretação.
Que lindo, isso. Parabéns pelo trabalho. Pretendo estar aqui mais vezes!

Beijos

Tahiana Andrade disse...

Oi. Bela reflexão a do pingente... se não for possível soldar a corrente eu me arriscaria a dar um nó, pois algumas coisas na vida precisam de insistencia!

Obrigada por sua visita em meu blog, o Idiotizando.

Beijos linda!

Desengavetados disse...

Nem adianta jogar o pingente fora. Guardamos conosco o que há de mais precioso, e sagrado. Ainda que a corrente tenha sido rompida, algo fica. rs

Abraços!

Andréa.

Renata de Aragão Lopes disse...

Um sorriso meu
para cada comentário!

Obrigada!

Priscila Rôde disse...

Eu guardo, sempre guardo.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Guarda-o com carinho que amanhã será outro dia.

Beijos e fique na paz de DEUS.

Furtado.

Adriana Karnal disse...

ah, eu mandaria para o joalheiro...elos assim precisam ser conserv(t)ados.

Ribeiro Pedreira disse...

troca a corrente.

Pipa. A que ama. disse...

Isso quer dizer que você fez de conta? Ou fez de tudo?




Gloriosa a frase.



Um beijo de sonho.

Marcos Satoru Kawanami disse...

chiama dal tuo fratello.


"Coração
Grande órgão propulsor
Transportador do sangue venoso e arterial
Coração
Não és sentimental
Mas entretanto dizem
Que és o cofre da paixão
Coração
Não estás do lado esquerdo
Nem tampouco do direito
Ficas no centro do peito - eis a verdade!
Tu és pro bem-estar do nosso sangue
O que a Casa de Correção
É para o bem da Humanidade

Coração
De sambista brasileiro
Quando bate no pulmão
Lembra a batida do pandeiro
Eu afirmo
Sem nenhuma pretensão
Que a paixão faz dor no crânio
Mas não ataca o coração

Conheci
Um sujeito convencido
Com mania de grandeza
E instinto de nobreza
Que, por saber
Que o sangue azul é nobre,
Gastou todo o seu cobre
Sem pensar no seu futuro
Não achando
Quem lhe arrancasse as veias
Onde corre o sangue impuro
Viajou a procurar
De norte a sul
Alguém que conseguisse
Encher-lhe as veias
Com azul de metileno
Pra ficar com sangue azul"

(Noel Rosa)


=D
Marcos

.

Lai Paiva disse...

Gostaria mesmo de saber... Saberia o que fazer com o meu pingente sem corrente.... Bjs

Dalva Maria Ferreira disse...

Eis a questão!

Claire disse...

vc escreve lindamente,,,,,
adorei, poema pequeno que diz tanto!

Sandrio cândido. disse...

talvez guardar em uma gaveta, a mesma que guarda se os beijos roubados.
lindo terceto.

Albuq disse...

Renata, esse foi prá o Maria Clara né? tenho certeza que comentei, porque achei lindo e de uma delicadeza só.
bjs