sexta-feira, 7 de maio de 2010

Maternidade



ser mãe é repetir

as lições de casa
as piadas leves
a piscina rasa
as birras e greves
as missas e mousses
os contos-de-fada
as estradas de terra
as guerras de almofada
os sonhos e medos
os segredos e descobertas
os ímpetos e alertas

ser mãe é repetir-se


41 comentários:

Renata de Aragão Lopes disse...

Em homenagem às mamães.

Estefani disse...

Rê,

É nostálgico e eu ADORO isso! ^^

Parabéns à nós!

Beijo

Marcelo Novaes disse...

Renata,




E se repetir assim parece muito bom. Para ambos.


:)




Um beijo, e parabéns por ser Mãe!

Ivan Bueno disse...

Gostei da homenagem!
Beijo.

Jéssyca Carvalho disse...

Ah, Renata, pois que eu amo muito muito ver minha mãe se repetindo sempre...
Espero que ela se agrade disso também...

Achei realmente lindo!
Tão delicado e tão verdadeiro...

Muito bom!

Ah, e adorei sua confeitaria também! Serei uma freguesa agora, hehe'

Um beijo e um pão de queijo (pra mineiras como nós)!

disse...

Oi Rê!!! E o melhor é repetindo e sentindo como se fosse a primeira vez. Bjos e ótimo fim de semana.

Marcelo Mayer disse...

e recordar as brigas

Mariana Vargas disse...

gostei do seu comentario...
nao gosta de mario de sá nao???

Talita Prates disse...

Ah, Re, que maravilhosa "tradução" do "ser mãe"!
(O que mais eu poderia esperar de você também, não é?!...)

Um bjo, amiga.

Tatá.

Lara Amaral disse...

Parabéns, Rê, pelo poema e pelo seu dia. Lindo escrito!

Beijos.

ValériaC disse...

Re...muito gracioso seu poema... ah ser mãe é gostoso demais...mesmo que repita e repita...amar num cansa ...
Lindo final de semana querida...
Beijos...

Mirze Souza disse...

Linda homenagem, Renata!

Eu, mãe de cem filhos lá no voluntariado do INCA, agradeço emocionada!

Ser mãe é mesmo repartir-se repetindo-se!

Beijos amiga!

Mirze

manuel marques disse...

Que doçura.

"Que a única dor da maternidade se restrinja à do parto"

Beijo e bom fds.

Barbara C disse...

Ei bonito a lembrança das mamaes.

Marcantonio disse...

Então, é amar com redundância.

Abraço.

Mila disse...

Ser mãe é uma dádiva...
Linda poesia!
Bjs
Mila

Priscila Rôde disse...

Lembranças, boas lembranças!
Linda homenagem!

Raven disse...

Lindo! E absolutamente verdadeiro!
Feliz Dia das Mães pra você!
Beijocas!

Crista disse...

Parabéns!!!

Rosa Carioca disse...

Lindo.

Flá Perez (BláBlá) disse...

é isso mesmo!

vou gravar num cd-zinho
frases que a boca todo dia e(s)coa:
.leva casaco
.toma banho!
.come tudo!
.escova os dentes!
.vai fazer lição de casa!
menos essa, que essa necessita abraço:
chora, mas lembre sempre que isso não é nada
e uma hora passa.

Nydia Bonetti disse...

Que doçura, Renata, que aliás, é a tua marca.
Beijos e um domingo bem feliz!

Ribeiro Pedreira disse...

"Grávido...
Porque será que um homem não pode
querer estar?
Estando sempre ávido
por entender em si a semente
que ele vê na barriga
daquela rapariga
que passa em estado interessante.
Interessante,
nove luas nove meses
tantas transformações
muda a pele tudo muda
tudo vale para ter o fruto
e de repente rebento
abrir a porta a dar à luz
o choro a chama da nossa vida
reluz, atrai, seduz.

Ô Mãe como seria ter um filho?
Saber passo a passo da relação
à alegria do parto
cuidado pela fêmea
que a todo nós segura
engravidado por ela
na relação da paixão mais pura"

Gonzaguinha

Marcos Satoru Kawanami disse...

feliz dia das mães

guru martins disse...

...e ser
filho?

bj

Lai Paiva disse...

Linda homenagem Rê. Bjs

Solange disse...

em poucas linhas eu passei pela minha vida inteira...
bjbjbjbj

Paulo Rogério disse...

Mãe é sempre repetitiva: é aquela setinha para a felicidade, para as nossas escolhas, sempre à nossa frente...
Parabéns, Mãe Renata!

A Moni. disse...

Quanta propriedade, Rê!

Lindo e sentido, como se mãe eu fosse,
Como se mãe eu tivesse sido...

Beijo grande e parabéns por esse dia e pelo poema!

Thalita Souza disse...

Lindo,lindo!As mães merecem.

Caio Rudá de Oliveira disse...

vocês me fazem sentir um filho desnaturado.

pablorochapoesias.com disse...

Sempre algo grandioso na simplicidade! Adoro o jeito com retira àgua das pedras, Renata!!

Meu aplauso!

Daniela disse...

Lindo poema!
Adorei o blog :)
Obrigada por visitar o Chazinho. Volte sempre :*

Moska de Bar disse...

Pais & Mães são raros. Te vi no balcão do meu "bar" e resolvi retribuir a prosa. Gosto de auras sensíveis. Beijo!

J.F. de Souza disse...

'repetir o rito de amar os filhos', como li num poema, certa vez.

Valéria Sorohan disse...

PUTZZZ que texto incrível!!!! a mãe que inspirou essas palavras deve estar flutuando de alegria!!!
E mesmo se ela não souber (as vezes escrevemos e não endereçamos, eu sei bem como é isso), ela é uma mãe de sorte por ter seu coração.

BeijooO'

Mistério do Planeta disse...

ah, a Nydia é uma maravilha.

fiquei encantada quando conheci seu trabalho, e não pude deixar de pedir autorização para postar os poemas lá no Reino.


obrigada pela doce visita querida minha querida.
gostei do seu agradável espaço.
venho aqui depois para ler tudo bem calmamente.

que lindo esse poema.
que bonita a imagem também.
gostei muito de tudo :)

beijão!

Le Vautour disse...

E nesse repetir-se vai o Amor maravilhoso. E em seus versos, e em seu pensamento...
Abraçããããoooo!

Mari disse...

Quase tudo que é bom na vida é repetição...

Delícia repetir a leitura do teu poema!

Bjsss

Marga disse...

Teu espaço sempre adoça meu dia!

Beijos de anis!

Adriane BMS disse...

Lindo! Parabéns, lindinha! Faz sua mágica, Hermione :)