quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Aurora

,

Mas o que há
de tão sedutor
em um vampiro?

O vislumbrar
de um amor
que seja eterno?

O olhar
de um calor
que vem do inferno?

Há mais virtude
na infinitude
de um suspiro...


Peguei carona no texto Crepúsculo dos casais,
publicado ontem por Fabrício Carpinejar.


36 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Por enquanto só vi os anúncios do filme Crepúsculo, parece que não se faz mais vampiros como antigamente, de feios e assustadores, passaram a ser lindos, sedução???
beijos menina

A Moni. disse...

Pra quem não teme se assustar,
Pra quem deseja experimentar
Basta abrir a porta
E convidar pra entrar.

Rê e sua cartela infinita de temas pra poetizar... Maravilha!

Muito, muito obrigada pelo batismo do "Dona", que já está lá no blog, todo feliz, chamado pelo nome...rs

Beijos!

Renata de Aragão Lopes disse...

Sonia Schmorantz, mesmo antes, quando não tinham reflexo no espelho e só adentravam as casas quando convidados, os vampiros já eram meio sedutores...

Querida Moni, acho que você ficou meio estonteada com o Edward Cullen! O título que dei ao seu poema não foi "Dama"? (risos)

Um beijo pra vocês duas!

Marcelo Novaes disse...

Renata,


Sabe o livro que pediu que eu te sugerisse?!


Pois bem...



Poema-pergunta-crítica aguardando a resposta para si mesma.








Beijos,










Marcelo.

Adriana Godoy disse...

Um suspiro às vezes valew mais do que mil palavras. Bj

Hneto disse...

Nos seus versos cheios de questionamentos todos sabem as respostas...

Renata de Aragão Lopes disse...

Marcelo Novaes, eu posso até imaginar! : )

Adriana Godoy, quanta vida há em um suspiro...

Hneto, que bom! Uma poesia de conhecidas verdades.

Beijos.

Talita Prates disse...

Rsrsrs, assustei-me qdo vi a foto aí!
Pensei comigo, "A Re também, meudeus, aderiu à vampiromania?" rs

Bom questionamento, amiga: o que há? que faz virar mania?

Um bjo grande.

Chica disse...

Lindo vampiro,rsrs beijos,chica

Barbara C disse...

Os vampiros sempre tiveram uma sedução ,um olhar desejo eles sempre gostaram de mulheres mesmo que depois chuparam seu sangue..
Mas os vampiros de hoje alem disso não gostam de sangue humano e sentem amor..

Onde vai parar?
mas um desse ai eu queria rs!

bjs

Luciane Slomka disse...

Adorei a reflexão. Acho que o lance da eternidade gera um também eterno fascínio sobre nós, reles mortais... muito bonito, Re!
Beijos!

marjoriebier disse...

Re... ontem lia um texto do carpinejar falando sobre a ciumeira do irmão qdo ouviu a mulher mencionando a sensualidade do sanguinolento aí de cima. Divertidíssimo. Caso queiras dar uma espiada, está nos links, lá no meu blog, entre as minhas estrelas.

Um beijo.

Mônica disse...

Os vampiros são eternos, mas tb o são seus sentimentos? Eis a questão...rs

Bjs

Renata de Aragão Lopes disse...

Talita, minha amiga, eu sempre gostei de vampiros no cinema, mas nem de longe fui contaminada por esta "febre"! (risos)

Chica, costumo dizer que a empresa cinematográfica faz milagres. Não que o moço seja feio, obviamente! : )

Barbara C, talvez o encanto de Edward Cullen esteja exatamente no fato de, sobretudo por amor, ele se mostrar completamente inofensivo - quase indefeso...

Querida Lu, a imortalidade exerce, realmente, um enorme fascínio sobre nós! Quando não é um vampiro, é a pedra filosofal! (risos)

Marjorie, você não deve ter reparado. Abaixo do poema, esclareci que havia "pego carona" no texto do Fabrício! Ele também figura entre minhas "delícias alheias"! : )

Mônica, eis uma excelente questão!

Um beijo a todas vocês!

Geraldo de Barros disse...

Renata, gostei do poema, da imagem do vampiro (que suga) e a do suspiro (que solta). Gostei tanto que vou correndo lá no meu "cantinho" deixar um poema que dialogue com essa virtude que encontrei no seu.

Beijos

Luanne Araujo disse...

rs, fato!
legal que você apareceu no meu blog, gostei de descobrir sua poesia cotidiana. não é todo mundo que consegue tirar infinitude de coisas banais, gostei mt daqui!

beijos

Luana Gabriela disse...

Renata, não posso responder sua pergunta, já que conhecedora que sou da história, sou mais o lobisomen..

Bjos e obrigada pelo seucarinho em meu blog!!

Rafaela Figueiredo disse...

ah, eu prefiro os desenhos a esta figura com q me deparei!
q bom q vc só pegou onda... ufa! rs

boa questão a do poema!

beso

Caio Rudá disse...

Esses vampiros. Controversos na existência e repercussão, e aqui virando mais um doce.

Renata, digamos que eu não desafiei a Talita. É um nome forte, e sugere que a pessoa não é capaz. Vamos chamá-lo de proposta :D Se quiser aderir também, sinta-em em casa.

Adryka disse...

Olá Renata, adorei o seu poema, está muito bem conseguido. Parabens. Beijinho

Gerana Damulakis disse...

Também prefiro o suspiro.
Bom poema.

Sr do Vale disse...

"Eu sei que sou um vampiro..."

Doce Renata, um rostinho lindo de "juizo de fora".

Um forte abraço.

Renata de Aragão Lopes disse...

Geraldo de Barros, que beleza! Adoro diálogos poéticos! Visitarei seu "cantinho" daqui a pouco! : )

Luanne Araujo, seja muito bem-vinda ao doce de lira! Espero que retorne!

Luana Gabriela, é um indício de que prefere a vida contida em um suspiro à frieza da imortalidade...

Rafaela Figueiredo, os desenhos também me agradam bem mais! : )

Caio Rudá, um doce sanguinolento! (risos) Obrigada pelo convite!

Adryka, muito grata pela visita e pelo comentário!

Gerana Damulakis, então suspire... : )

Sr. do Vale, obrigada pelos elogios!

Um abraço a todos!

Lara Amaral disse...

Ou apenas a inocência
- Friozinho no estômago -
De um amor proibido.


Muito bom, querida!

Beijos!

marjoriebier disse...

Meniiiiina!!!

Eu realmente não tinha visto!!!

(pagar mico em blog alheio é o fim!!! rsrsrsrs...)

um beijo

Lathife Cordeiro {..aquela} disse...

Prefiro o Gabriel Braga Nunes de vampiro... {o ator já interpretou o personagem duas vezes}.

hehehe

bjs :*

Felipe A. Carriço disse...

Os vampiros são a representação máxima da posse. Ingerir a essência do outro e tomá-la para si.

Acho que a atração das pessoas por vampiros vem desta necessidade da alma.

manuel marques disse...

Ao ser seu leitor sou seu vampiro.
Rsrsrsrsr.

Beijo.

Renata de Aragão Lopes disse...

Larinha, esse "friozinho" é bom! : )

Marjorie, aqui ninguém "paga mico"! (risos)

Lathife, o Gabriel parece ter, realmente, um quê de vampiro...

Felipe Carriço, que comentário espetacular! O poema já valeu por isso! : )

Manuel Marques, não deixa de ser verdade: acabou de me "sugar"! (risos)

Um beijo a todos e muito obrigada pela visita!

Jester disse...

Renatinha, Renatinha, cuidado! Você está querendo se meter em confusão. Falar qualquer coisa a respeito do queridinho do momento? colocar em dúvida o poder de sedução desse rapaz mal-saído da puberdade? Cautela! A galera "teen" pode se revoltar. Rssss... Mas, por outro lado, oportuno o teu questionamento: o que os vampiros têm que mexem tanto com o nosso imaginário mortal?

Natalya Nunes disse...

'Venha me beijar, meu doce vampiro
Ououuu, na luz do luar'

Ai ai, sempre gostei de vampiros...

O Edward Cullen é tao perfeito que chega a dar nojinho...rs

Vc e suas poesias sempre tao pertinentes. ADORO!

Anônimo disse...

re yambem com um vampiro desses,
haja sangue.

bjs
tesoura

Nydia Bonetti disse...

Renata

São os medos, delírios e desejos, que habitam a alma humana, desde os tempos ancestrais. Deve ser por ai. :)

Beijos!

Renata de Aragão Lopes disse...

Jester, não censuro quem se deixa abalar pela série "Crepúsculo"! O cinema está aí exatamente para isso: causar delírios! E o romance é, de fato, envolvente - sobretudo para o público juvenil. Do poema, fica-nos, enfim, a indagação: "o que os vampiros têm que mexem tanto com o nosso imaginário mortal?"

Natalya Nunes, lembrou-se, até mesmo, da canção "Doce vampiro"! Obrigada! : )

Tesoura, não se empolgue tanto com o Edward Cullen... O Edward Mãos de Tesoura faz mais o seu estilo! (risos)

Sim, Nydia: "deve ser por aí"!

Um beijo a todos vocês!

Thalita Souza disse...

Bem,eu não gosto do filme Crepúsculo e companhias,mas gosto de vampiros,e sim,estão cada vez mais sedutores ;)

Renata de Aragão Lopes disse...

Thalita Souza,

os vampiros "tradicionais"
são, realmente,
mais sedutores! : )

Um beijo.