segunda-feira, 26 de abril de 2010

Iemanjá



não me fale de ontem,
porque sou de agora

não me peça demora,
porque tenho pressa

não me cobre promessa,
pois admito engano

não me venha humano:
vivo prenha de mar


Poema publicado no Maria Clara em 10 de abril.

24 comentários:

BAR DO BARDO disse...

iemanjá
imagem já

Pensamentos da Mila disse...

Olá Renata!

Bela poesia...Adorei isso "Não me fale de ontem, porque sou de hoje"...

Bjs

Mila

Pensamentos da Mila disse...

Olá Renata!

Bela poesia...Adorei isso "Não me fale de ontem, porque sou de hoje"...

Bjs

Mila

Pedro disse...

Bonito isso.

Rosemildo Sales Furtado disse...

não me fale de ontem,
porque sou de agora

Então não me venhas dizer que este poema foi publicado no dia 10 de abril, passado de muitos ontens, porque sou de agora. Rsrs.

Belo poema amiga.

Beijos e ótima semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Anônimo disse...


que
legal minha linda
iemanjá é a rainha do mar e vc é uma forte concorrente dela na terra
a mmulher do rei é rainha não é?
então..............
......bjs tesoura

Adriana Godoy disse...

Gostei tanto, Renata. O ritmo, os versos, tudo, enfim. Beijo.

Rosa Carioca disse...

Gostei do poema. Iemanjá - senti saudades das festas à rainha do mar.

Lilá(s) disse...

Muito linda esta poesia!
Bjs

Talita Prates disse...

Reli e re-gostei demais! rsrsrs

Bjoo, amiga.

Tatá.

mais amor, por favor. disse...

"não me fale de ontem,
porque sou de agora"

E ser agora é ser VIVA!
Beijos

A.S. disse...

Renata,

Um belo poema, bem ao teu estilo inconfundivel! Gostei!!!

Beijo
AL

Marcelo Novaes disse...

Renata,



Que chegue o Outro, então, Oceano.


Ou alga...



;)






Beijo.

C@urosa disse...

Olá minha querida e sensível Renata de Aragão, muito lindo e sensível. Maravilhoso o "vivo prenha de mar", adorei, parabéns pela inspiração.

paz e harmonia em sua vida,

forte abraço

C@urosa

A Moni. disse...

É o tamanho certo das coisas: o desmedido!

Lindo, Rê!
Amei!

Mirse Maria disse...

Lindo, Renata!


E prova que o ritmo , a cadência e a poesia , quando nas mãos de uma poetisa como você,bastam!

Parabéns, amiga!

Beijos

Mirse

Crista disse...

Gostei muito,assim como gosto de Iemanjá!

Graça Pires disse...

Prenha de mar. Como todos os que o amam e com ele se inspiram.
Gostei muito. Um beijo.

Mário Liz disse...

prenda de mar ... e há mares que vem pra bem!

lindo, direto e musical.

Marcia Carneiro disse...

Bah !!!! É lindo demais Renata !!!!!! Ameio esse poema I N T E I R O ! ! ! ! ! É muito intenso todo ele. Nossa... Cabe na gente de jeito tão bom...

Renata de Aragão Lopes disse...

Queridos leitores,

muitíssimo obrigada
por cada um dos comentários!

Beijos!

Anônimo disse...

Parabéns Renata, arrasou.

Sabia que temos muita coisa em comum?

O que, o que , o que? rsrs

Abraços.
Uma amiga.

Renata de Aragão Lopes disse...

"Uma amiga",

identifique-se, por favor! : )

Le Vautour disse...

Iemanjá... prenha de mar, e o mar prenhe de Iemanjá, e você das duas figuras fortes, impetuosas, que reinam, que imperam.
ô, prazer...