domingo, 28 de fevereiro de 2010

A valsa



Ao seu lado
e com seu zelo,
sou bailarina
que patina
sobre o gelo

- acumulado
de amores vãos.


Eu deslizo
e rodopio,
em passo
preciso
e esguio

- no espaço
ladeado por suas mãos.



A palavra valsa tem origem no verbo alemão walzen,
que significa girar ou deslizar.

50 comentários:

Fabio Rocha disse...

Delícia essa dança...

Natalya Nunes disse...

Envolventes suas palavras que bailam aqui em nosso pensamento, Renata!

Uma dança gelada que aquele nossos corações, né?

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá.

Como sempre um belo texto.
As vezes imagino que só
se pode dançar valsa
com quem se ama,
tamanha entrega e cumplicidade entre os pares.
Entrega total
de corpos,
sentimentos e olhares.

Uma semana cheia de inspiração para ti.

marcia szajnbok disse...

linda valsa, debutante
vai em sonhos deslizando
sob olhares desejantes
vida e amores começando

linda valsa, vai menina
solta o corpo em rodopios
que o acorde desafina
e te cobre de arrepios

muita valsa em teu ouvido
e um sussurro de paixão
deixa-te toda estar nesse sentido

que a vida em audição
abranda o choro mais sofrido
alegra e aviva o coração


... menina, teu poema me inspirou a este projeto de soneto improvisado... jam session de poesia...

beijão!

BAR DO BARDO disse...

Vancouver do amor!

Mateus Luciano disse...

descrever esses gestos
delicadeza de sua parte
pois só quem conhece pode dizer algo sobre o assunto.

Gaby Soncini disse...

Renata que poema lindo *.*
Encantada fiquei com ele ^^

Gostei de seu blog.


Grande Beijo.

Pedro disse...

Acompanhando os jogos de Vancouver esses dias percebi como são majestosas as bailarinas-patinadoras.

Renata de Aragão Lopes disse...

Fábio Rocha e Natalya Nunes, que bom que gostaram desta dança!

Aluisio Cavalcante Jr, dançar com quem se ama é algo sublime, por extrapolar a técnica...

Querida Márcia Szajnbok, que lindo soneto! Eu o guardarei como um presente!

Bardo e Pedro, vocês acertaram em cheio! A inspiração realmente veio dos Jogos Olímpicos de Inverno em Vancouver! : )

Mateus Luciano, adoro patins e amor...

Gaby Soncini, seja bem-vinda ao doce de lira! Espero que retorne!

Um beijo a todos vocês!

Isa disse...

E eu cheguei aqui!
Bem doce seu espaço,seu carinho por quem a visita.
Beijo.
isa.

Pérola disse...

Bom dia minha linda.
Muito obrigado pela sua visita na minha concha rs.
Dei uma olhada no seu blog,lindo,meigo,uma graça.
O poema então!!!Fantástico.
Estou te seguindo,minha amiguinha.
Um beijo grande,maninha rs.

Marcos Satoru Kawanami disse...

só sei dançar valsa, samba e forró. minha mulher dança geral, aí eu sento e fico olhando muito corneado, porque dança é sexo com roupa. em solteiro, eu só dançava armado, que nem a música do Mastruz com Leite.

esse poema foi dos melhores, pode publicar em livro.

lis disse...

Quem me dera ser uma bailarina! é uma linda dança.
Obrigada pela passagem no meu blog
abraços

Marcelo Novaes disse...

Renata,


Poema muito delicado. Bom para se ler tendo, como plano de fundo, as Olimpíadas de Inverno em Vancouver...




Gostei!







Beijo.

Juliana Lira disse...

Bom mesmo é encontrar o parceiro perfeito pra na dança da vida valsar...Muito lindo

Milhões de beijos

Sonia Schmorantz disse...

Linda valsa, bailarina entre dois braços, com amor desliza sem medo...
beijos, linda semana

Victor Gil disse...

Querida amiga Renata.
Eu danço essa valsa contigo. Muito bom teu verso.
Beijos
Victor Gil

Bandys disse...

Renata,

Valsar, bailar e dançar..
Lindo Blog

Volte mais vezes no esconderijo.

Beijos

Talita Prates disse...

Dancei junto.

BJo, amiga.
Boa semana.

Talita.

Marcello disse...

Renata.

Dança e poesia,
girar e escrever

As artes se completam....

Solange disse...

gostoso de ler esses versos, como dançar uma valsa..
bjs.Sol

Renata de Aragão Lopes disse...

Isa, Pérola, Lis e Bandys, muito grata pela visita! Espero que retornem ao doce de lira!

Marcos Satoru, gostei do que você disse: "dança é sexo com roupa"! : )

Marcelo Novaes, a cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos será hoje à noite. Imperdível!

Juliana Lira, encontrar o par perfeito é a glória! : )

Sônia Schmorantz, há quanto tempo não aparecia! Adorei revê-la por aqui!

Victor Gil e Solange, que bom que gostaram da valsa!

Talita Prates, rodopie à vontade! : )

Marcello, é fato: "as artes se completam..."

Beijos a todos!

Flor ♥ disse...

Teus versos bailam... poesia pura e bela!

Bjs.

Caminhos do Turismo pelo Turismólogo disse...

oi,
Obrigada pela visita. A valsa do amor é assim mesmo...uma eterna busca do equilibrio.
bj
Eliane

Thalita Souza disse...

É linda essa dança,no gelo ainda fica melhor,faz tempo que não venho aqui ;)
Beijos.

Vinicius disse...

Acrescimo: A valsa já foi tida como imoral e proibida.

Gostei do poema e a forma como foi escrito; a criatividade e o ritmo, a maneira de passos de valsa.

Abraço.

PERPLEXIDADE disse...

nossa que lindeza...

um bj
linda semana pra vc, sua doce menina!

Nydia Bonetti disse...

Como sempre, de uma delicadeza ímpar, Renata. Sabe que me deu vontade de dançar! :) beijos, boa semana.

Luciana ~~¤° disse...

é uma dança muito delicada.




abraços!

Lara Amaral disse...

Amo dançar, por isso poemas assim só me encantam e me encorajam...

Lindo, lindo!

Beijos.

marjoriebier disse...

... e eu passei o carnaval todinho olhando a patinação artística na tevê. So nice. Só de me imaginar fazendo aquilo, já penso no meu dentista aumentando sua conta bancária. Acho lindo, mas incompatível.

=)))

Beijo, florinha!

Adriana Godoy disse...

Dá vontade de valsar, de girar e deslizar...delícia de poema. beijo.

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Tudo fica mais fácil com a mão dele do lado, tipo porto seguro!

Lindo!

A.S. disse...

Deslizando sobre o gelo, desenhando poemas em sulcos que ardem sobre o gelo...


Beijos...
AL

O Báu da Mimi disse...

Gostei do blog :)))

guru martins disse...

...linda!!!

bj

Felipe A. Carriço disse...

Um romance frágil, baseado na confiança.
Talvez pelo fato de que o gelo por vezes é fino e racha. Tão fino quanto a lâmina do patins que traz desequilíbrio.

Concha disse...

Só com muito amor se dança assim.
Beijinhos

Renata de Aragão Lopes disse...

Flor, Perplexidade, Luciana, A.S. e Guru, que bom que apreciaram "A valsa"!

Eliane Curvello Arruda, eis o segredo: equilíbrio.

Thalita Souza, obrigada pelo retorno! : )

Vinicius, muito grata pela informação! Pesquisarei a respeito.

Queridas Nydia Bonetti, Lara Amaral e Adriana Godoy, pois que dancem com a alma! : )

Marjorie Bier, acho que a mim faltou apenas oportunidade. Adoraria ter feito patinação artística...

Mais um imundo no mundo impuro, nada como rodopiar a dois! : )

Mimi, seja bem-vinda ao doce de lira! Espero revê-la por aqui!

Felipe Carriço, você foi muito feliz em seu comentário: todo romance me parece frágil e necessariamente "baseado na confiança"...

Concha, o amor a tudo facilita! : )

Um abraço a todos!

apesardoceu disse...

é de valsar mesmo... o peito...
que bonito menina
e obrigado pela visita!

Everton Behenck

Thiago Minnemann disse...

Mas que bela lembrança me trouxe!
Um blog esquecido,
um cheiro, uma pose.

Foi mais que uma visita.
Outro beijo doce!

Janaina Amado disse...

Expressou o que eu senti, ao ver as melhores duplas da patinação no gele, em Vancouver. Abraço.

Anônimo disse...

re,vc é uma bailarina eximia,mesmo que tenha que bailar a dança da vida. te admiro muito.
tenho lido seus poemas,mas é difício fazer comentários, porque todos são lindos
e eu sou suspeita né?
um beijo grande.
tesoura

Paulo Rogério disse...

A imagem também me evocou os jogos. E a beleza até nas quedas involuntárias... Sempre atual, Renata!

Lilá(s) disse...

Linda a imagem e lindo o poema.
Bjs

A Moni. disse...

E assim, qualquer caminhar, patinar é balé, dança e sintonia...

Esse poema deslizou bem diante de mim, Rê... E parece que ia de mãos dadas! rs

Beijo, querida...perdão pelo sumiço... Vida louca por aqui...

Graça Pires disse...

Também as palavras dançaram...
Beijos.

Renata de Aragão Lopes disse...

Everton Behenck, obrigada por retribuir a visita! Volte sempre!

Thiago Minnemann, fiquei feliz por sua "bela lembrança"! : )

Janaína Amado, também acompanhei as belíssimas exibições de patinação artística pela TV. Daí a inspiração!

Tesoura, é muito bom saber que me admira, pois é algo recíproco! Bailemos juntas! : )

Paulo Rogério, adorei reeencontrá-lo por aqui! Verdade: há "beleza até nas quedas involuntárias"...

Lilá(s), seja bem-vinda ao doce de lira! Espero que retorne!

Moni, já está perdoada! : )

Graça Pires, eis, então, uma dança completa! (risos)

Um beijo a todos!

Desengavetados disse...

Sou eu é bailarina rs acumulada de amores vãos.
Muito bem, linda! Vc tem esse poder de nos escrever.

Abraços!

Leandro Jardim disse...

bonito! =]