sexta-feira, 5 de março de 2010

Em negativo



Não,
sua fotografia
jamais caberia
em um porta-retrato!
Que covardia
aguçar-me a visão
e privar-me do tato.


62 comentários:

Fabio Rocha disse...

Quase erótico. ;)

Marcelo Novaes disse...

Renata,




Pode não ser fácil "emoldurar ausências".





Um beijo.

Lara Amaral disse...

Adoro o seu ritmo, Renatinha!

Vc embala com seus poemas. E até tira foto =).

Beijo.

Í.ta** disse...

parece até um haicaizinho :)

muito bom!

parabéns pelo blog sempre tão bem atualizado.

abraços!

Mary disse...

belo poema! :)

bjuss

Victor Gil disse...

Querida amiga.
É assim mesmo. Como se costuma dizer: resposta curta e grossa.
Gostei dessa.
Beijos
Victor Gil

Tiago Moralles disse...

Restrições e contenções de desejo.
Fotografias são torturas.

Renata de Aragão Lopes disse...

Fábio Rocha, não foi a minha intenção, mas o tato realmente sugere...

Marcelo Novaes, eu prefiro não as emoldurar.

Larinha, poemetos têm ritmo gostoso!

Í.ta, muito obrigada pelo elogio! Atualizar o blog com qualidade é um desafio e tanto! : )

Mary, que bom que gostou dos versos!

Victor Gil, "resposta curta e grossa". Bem ao meu feitio! (risos)

Tiago Moralles, algumas "fotografias são torturas", sim...

Um beijo a todos vocês! Muito grata pelo carinho!

Adriana Godoy disse...

Renata, muito boa a imagem poética da ausência, como disse o Marcelo. Beijo.

quandoeumechamarsaudade disse...

Olá! Rê,

Pra falar a verdade privo meus olhos de vê-las, pois para algumas o tato tornou-se impossível.É muita tentação.rs

Votando a fazer uma visitinha. :)

Beijo

Estefani

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Aqui é assim, fico sempre sem reação, só admirando beleza das palavras.

Abraços!

Vital disse...

simplesmente o que se sente.
muito bem dito!

Solange disse...

é gostoso ver e ter..rs
bjs.Sol

Solange Maia disse...

você é genial !!!!

bom mesmo é quando não há privação nenhuma... risos...


beijos sua linda !!!!

Úrsula Avner disse...

Oi Renata,

um encanto de poema... Singelo e ao mesmo tempo expressivo. Bj,

Úrsula

Lilá(s) disse...

Tão expressivo!
Bjs

Pérola disse...

Mas pode ser ele o negativo da mais bela fotografia né amiga.
Perfeito.
Um beijo grande.

Filipe disse...

Adoro a sua complexidade disfarçada de simplicidade!

=)

Tiago Medina disse...

Como é bom voltar a essa confeitaria...
Os doces continuam gostosos

=)

Nydia Bonetti disse...

Quase um mínimo oriental. Saudade cabe bem mesmo é escondidinha dentro de nós. Beijo, bom fim de semana.

Talita Prates disse...

Eu sei como é isso!
:(

Eu adorei, amiga.

Um bjo, e bom fds.

Tatá.

A Moni. disse...

Eu juro, juro mesmo que eu queria ter escrito esse poema...

"Que covardia
aguçar-me a visão
e privar-me do tato."

Tem um mundo de sentidos dentro dele. Aqueles que a gente sabe que tem e que querem muito além. "É o não contentar-se de contente"

Rê, incrivelmente lindo.

Beijos!

A.S. disse...

Tão belo
Tão simples
Tão real...

Um beijo Poeta!

AL

Victor Meira disse...

Massa, Renata. Uma boa sacada sensível.

Crista disse...

ES-PE-TA-CU-LAR!!!


Buenasssssssss...
Ao escutar teus gemidos de saudades,vim correndinho só pra te ver...também...faz alguns dias que tu não sentes meu cheirinho...eu sei que tu não aguentas...heheheeee...
Vou fazer um baita control C e V desse comentário...não faz essa carinha de...NÃO GOSTEI...já imaginou eu me dividindo em 66 pedacinhos (é o número de blogs que eu sigo e onde me recarrego de coisas boas)!?
Por isso que entro tiquetaqueando com meus saltinhos cobertos com pedrinhas de brilhantes...passeio...passeio...e quase me deixo ficar para sempre... mas saio correndo...guardando entre meus peitinhos firmes e fartos a melhor parte de teu blog:A BELEZA DA TUA ALMA MARAVILHOSA,EMBALADA DENTRO DE MEU CORAÇÃO!
Não fica com ciúmes do meu carinho pelos outros blogs...
UM beijo...DUAS piscadinhas dos OLHOS AZUIS, como é azul o céu de meu amado BRASIL...sill...silll e TRES \o/\o/\o/ upassssabraços \o/\o/\o/ (um de chegar,outro de ficar e o terceiro de despedir)...se quiseres mais beijos...rsrsrsrs...é só buscar,tenho uma montanha deles pra ti!!!!!!

Vinícius F. Magalhães disse...

Ola Renata! Salve as fotografias! ;)

Renata de Aragão Lopes disse...

Dri Godoy, Estefani, Vital, Solange, Úrsula Avner, Lilá(s), Tatá e A.S., que bom que gostaram do poemeto!

Mais um imundo no mundo impuro, eu que fiquei sem reação ante o seu comentário! : )

Querida Solange Maia, a vida sempre nos impõe uma restrição ou outra...

Pérola, ainda assim, ela ficaria apenas no negativo! : )

Filipe, muito obrigada por tamanho elogio!

Tiago Medina, aguardarei, portanto, o seu retorno!

Nydia Bonetti, que lindas as suas palavras! "Saudade cabe bem mesmo é escondidinha dentro de nós."

Moni, é verdade: os nossos sentidos "querem muito além"... Como doutriná-los?

Victor Meira, colega de Poema Dia! Muito grata por sua visita!

Crista, adorei o "espetacular" pronunciado em sílabas e escrito em caixa alta! Bacana você dar conta de acompanhar tantos blogs. Eu me desdobro para ler os meus preferidos! (risos)

Vinicius F. Magalhães, as fotografias e os negativos! : )

Um beijo e bom domingo a todos!

Gerana Damulakis disse...

Esplêndido, muito bem sacado.

Daniel disse...

Confesso que também sou meio avesso a fotografias. Nos deixa móbiles de nós mesmos. Tem texto novo no Sub Mundo. Bjus.

http://submundosemmim.blogspot.com

Flavih Jones disse...

Adoreiii.
è uma covardia mesmo essas situações. hehe

Beijo

ErikaH Azzevedo disse...

Querias tu fotograsfar o toque, e até consegues..na memoria. As fotografias comuns só no matam a fome dos olhos e as vezes nem isso né...rs

Agradeço o carinho em q te fizeste presente em meu cantinho, volta sempre, vejo q temos uma afinidade..a poesia, quem sabe no tempo não descobrimos outras mais né.;)

Bjos

Erikah

Ná! disse...

Retribuindo a visita, adorei o blog e estarei sempre por aqui.

Beijos!

Maria Bonfá disse...

lindo poema..amei... feliz dia da mulher..beijão

José disse...

Rnata, vim agradecer a tua visita e mais comentário, aparece por lá mais vezes, serás sempre bem recebida,gostei da tua fotografia essa é bem positiva.

um beijo,
José.

Rui da Bica disse...

Passei para retribuir e ver o seu blog.
Gostei e vou passar com frequência.
Vou linkar para no meu e colocar.me nos seus seguidores.
Beijo.

Marcos Satoru Kawanami disse...

boas rimas.

Everton Domingues disse...

Renata, vcs mulheres são a mais doce inspiração em nossas vidas. Sejam mães, amigas, irmãs de fé, companheiras, divas... exemplos! Vcs cativam a todos nós homens pelo coração.
Bj enorme cheio de carinho em seu coração, Renata.

Everton

PS.: No www.vancouverolimpica.blogspot.com deixei uma singela homenagem a todas as campeãs da vida!

Sônia Silvino disse...

Renata!
Vim agradecer a tua visita e conhecer o teu blog!
Estarei te seguindo.
Conheça: http://blogsdasoniasilvino.blogspot.com
Bjkas!

marjoriebier disse...

Fotografia me deixa tão triste...

=***

Eraldo Paulino disse...

Seus versos me levaram a um lugar comum: "tão perto e ao mesmo tempo tão longe".

Juliana Carla disse...

Oi Renata

Senti a-ti-tu-de! Que tal partir agora para a comunicAÇÃO? As fotografias são doces lembranças... Mas, o toque marcas profundas...

Mineirinha (assim como eu), obrigada por visitar o Braille da alma.

Sigo-te!

Linda semana para você!

Bjuxxx e xerooo

Daniela Filipini disse...

Tão melhores são as lembranças...
Lindo post!

Franzé Oliveira disse...

As lembranças, tudo que fica. As fotografias então? Saudade, saudade, saudade.

Beijos menina linda.
Prazer em conhecê-la.

Felipe A. Carriço disse...

Isso não é problema para os assinantes da playboy, né?

Sandra disse...

Você já passou pelo meu blog a muito tempo..
Hoje passo por aqui para lhe oferecer um lindo selinho.
Vou te esperar.

VENHO OFERECER O SELO DE 100 SEGUIDORES DESSE LINDO BLOG.
http://sandraandradeendy.blogspot.com/
ESPERO POR VC. LÁ. ESTE Nº SÓ POSSIVEL PORQUE VC. FAZ PARTE DELE.
CARINHOSAMENTE,
SANDRA

Mile Corrêa disse...

Este tipo de covardia é imperdoavel! rs
Beijo

Por que você faz poema? disse...

A paixão é feita de sentidos,
embora nem todos se encontrem
no mesmo prato.

Paulo Rogério disse...

Realmente, não se pode prescindir da vida subjacente à fotografia!

sidnei olívio disse...

Sua concisão tem a perfeição, a magnitude e a eternidade de um diamante lapidado. Beijo.

Tatiana disse...

Que lindo Renata!
A preciosidade de suas palavras me encantam!
Obrigada por sua presença e palavras deixadas no meu blog.
Tenha um dia maravilhoso!

Beijos

Talita Prates disse...

cadê Rê?

:/

Bj!

Ricardo Mainieri disse...

Poema que consegue sintetizar o sentimento da saudade de uma forma particular & sedutora.
Certas sensações não cabem no porta-retratos...

Beijão.

Ricardo Mainieri

Ricardo Mainieri disse...

Complementando meu comentário, creio que este poema tem endereço certo: http://www.livrodatribo.com.br
Tente!

Beijão.

Ricardo Mainieri

aaluah disse...

lindo!!!!!!!!

Anônimo disse...

re, como diz a solange.O bom é mesmo ver e ter.Concordo com ela.
Retrato às vezes nos traz saudades. beijão
tesoura

Ribeiro Pedreira disse...

Esse poema é tudo que vivo no momento. Um poema que tem harmonia, melodia e ritmo (é música!!!). Parabéns, Renata.

Leandro Jardim disse...

adorei, uma graça! =]

Marcia Carneiro disse...

Lindo demais!!!!!!!!!!!! Entendo isso. Mas saiba : tua alma tem flash...Bj poeta cheia de luz!

frô disse...

Siiinto!! Ah, sim! Sinto!!!
bjos fofos!

Melanie Brown disse...

:)

Lindo...

Flá Perez (BláBlá) disse...

ah, quando isso acontece é mesmo uma covardia. maravilha esse!
bjbjbj

Daniela Delias disse...

Ah, Renata...que vontade de sair "comentando" tudo o que se lê por aqui...tudo lindo demais! Bjão!