quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Lírica



Sexo se faz com tão pouco:
corpo,
intenção,
movimento.

Amor é bem mais complexo:
alma,
atenção,
alimento.

Fato a que não se atravessa:
sexo sem amor é ato,
amor com sexo é peça.


Imagem: Romeu e Julieta.

49 comentários:

Cris de Souza disse...

Visão extremada...
Portanto, por tanto apreciada!

Beijos.

Lua Nova disse...

O jogo das idéias vestidas de palavras, são imagens nítidas.
E vc é mestra nisso.
Beijos.

Florentino disse...

já da para refletir bj.

Lara Amaral disse...

Alimentaste aqui a fogueira e as chamas. Belíssimo poema!

Beijos.

Mirze Souza disse...

MUITO BOM!

Renata, em tão pouco, um resumo de fazer Boccage querer ter escrito.

Você é o máximo emsmo!

Beijos

Mirze

Ives disse...

E raro, abraços

Angélica Lins disse...

Aplausos!

Tenha um excelente dia.
=)

contagotas disse...

Renata: poeta das palavras poucas e das mensagens infinitas. É incomensurável a forma sintética como se exprime dizendo-nos tanto.
Sua poesia é perfeita. Adoro!

Beijos
MariaIvone

Patrícia Gonçalves disse...

Saudade de passar por aqui!

Adorei! Que a nossa vida seja um festival de teatro!

beijão, moça!

AC disse...

A simplicidade de uma evidência...

Beijo :)

Wanderley Elian Lima disse...

Um completa o outro. Amor e sexo, andam de mãos dadas.
Bjux

Albuq disse...

Gostei, e achei muito verdadeira as definições. bjs

Assis Freitas disse...

é peça enquanto ato,

beijo

Ira Buscacio disse...

Ola, Renata,

Linda sua casa e quanto ao poema...
analogia perfeita.

Agradeço sua visita e venha sempre. Faça parte dos amigos, q são minhas inspirações.

Bj grande

Luiza Maciel Nogueira disse...

lembrou-me a música da Rita Lee!

muito bom, realmente lírica!

:)

beijo

Tiago Moralles disse...

Encenação?

Maria Tereza disse...

disse tudo: "sexo sem amor é ato,
amor com sexo é peça"!! =**

Barbara C disse...

Já dizia Rita Lee ,não é?

Mas nada melhor do que o amor e o sexo juntos, mas como é dificil de combinar.


Hehe


Beijinhos

Daniela Delias disse...

Tua poesia é alimento. E dos bons!!! Bjos, muitos, muitos!!!

Cria disse...

Verdadeiro, amiga poeta !! Beijos.

Anônimo disse...

re, em poucas palavras você disse tudo ÉISSO AÍ AMIGA

bjs tesoura

Lugana Olaiá disse...

Pena que estamos cercados de atos sem peças.
Obrigada por sua visita, por aqui estarei sempre!
Beijo

Simplesmente Outono disse...

Quem sabe fiz de minha estação meu confessionário. Não há padre e penitência.
Quando puder leia e se quiser, fique à vontade para registrar o teu pensamento.
Minhas folhas com carinho!
Simplesmente Outono.

Solange disse...

não tem o que comentar..rs

bjs.Sol

Edu disse...

Genial!

Viva o sexo e o amor! hahaha

Nanda disse...

Maneira suave, poética e verdadeira de descrever uma coisa que tem por natureza ser vulgar.

parabéns pelo blog e obrigada pelo comentário no meu!

beijos

Tania regina Contreiras disse...

Com tão pouco dizes muito: ensina-me? :-)
Belo!
Abraços

Nathy disse...

Perfeita poesia!

Michele Peixoto disse...

Amor e sexo!
sexo e amor!

Sexo sem amor, ação
sexo com amor, algo que ficará em nossa alma ecoando, recordando, sentindo...amando.

Simplesmente Belo.
abraços

Ribeiro Pedreira disse...

sexo é música que embala o amor

Taninha Nascimento disse...

Olá, Renata!

"Amor é bem mais complexo:
alma,
atenção,
alimento."


E bota complexo nisso!

Bjs!

Rafaela Figueiredo disse...

aii, que fazia tanto tempo que não vinha aqui!
e - olha que coincidência [?] - hoje me peguei contestando aquela canção da Rita: Amor e Sexo.
bem na parte 'amor é prosa/ sexo é poesia'...
fiquei na dúvida
: creio piamente no contrário.

o final do poema foi digno de um espetáculo!

um beijo

Vi e Ouvi Por Ai disse...

Lindo poema!!! disse tudo... quem tem amor verdadeiro e sexo, exatamente nessa ordem, tem tudo!!!

Grande beijo e ótimo final de semana!!

Vivian

Maurélio disse...

Sexo é mecânico, amor é divino.
Porque conspurcar um sentimento tão nobre?
Lindíssimas suas poesias querida

Marcelo Novaes disse...

Bom, Renata,




Aqui estamos numa versão mais sintética e aprimorada de Arnaldo Jabor e Rita Lee.







Um beijo.

Juan Moravagine Carneiro disse...

E que peça...


belos versos

abraço

Moni. disse...

Xeque-mate!

Muito linda a sua interpretação
daquilo que alguns descrevem - e fazem
como óbvio fosse.

É muito mais.

Amei, Rê!

Beijos

Moni.

Juliana M. Mesquita disse...

Olá Renata!
Tem aqui um monte de coisas ditas sem dizer muito, e eu adoro isso. Muito bem!
Obrigada pela presença lá no meu blog, viu? Adorei o que disse e também achei divertido :)
Foi ótimo poder conhece-la! Até breve sempre!
Beijos!

Valéria Sorohan disse...

Renovei minha admiração!

Talita Prates disse...

um primor, um primor!

adorei!

um bjo,

Talita
História da minha alma

Mariana Vargas disse...

Owwww!
Perfeito!

Muito Bom MESMO!!!

lol, uhul, vou largar a medicina
e fazer teatro...

hahahahaha' é bem mais divertido!!!

Felipe Carriço disse...

Disse tudo.

Sua associação foi tão boa — ou melhor, do que da Rita Lee.

Renata de Aragão Lopes disse...

Muito obrigada a todos pela visita, comentário e carinho!

Rafaela Figueiredo, também ouso discordar de Rita Lee, Roberto de Carvalho e Arnaldo Jabour:
sexo é prosa,
amor é poesia.

E mais: também não penso que amor sem sexo seja amizade!

Beijos!

Ricardo Mainieri disse...

Um ritmo poético excelente, musical, na partitura das imagens e das metáforas.
Poema que vem para dizer e diz...
Obrigado pelas visitas a meu blog.
Quanto ao post Reforma íntima venho me dedicando a isso, dentro das possibilidades.
Mesmo tentando as trilhas de Kardec, às vezes me perco em estradas secundárias...(rs)

Beijão e bom feriado.

Ricardo Mainieri

Riva disse...

Adorei tua visita. Adorei o lirismo de ti. Voltarei. Assim espero. Abraços.

J.Universo disse...

Renata, gostei do seu blog, dei uma olhada em várias postagens. Se você me autorizar gostaria de poder compartilhar seus poemas com os leitores do meu blog. Como você viu, é um blog sem interêsses comercias. Apenas uma distração e assim poder compartilhar com os amigos novos e os de fé , os assuntos que gosto. Aguardo uma resposta. Parabéns. Um grande e afetuoso abraço do Universo (Blog do Universo)
Estarei sempre por aqui apreciando seus sonhos.

mario pirata disse...

vim retribuir a visita carinhosa e comer um doce... bjo!

Flor de Lys disse...

Mocinha esperta!
Boa pegada.

smack's

Álly.

Rob Novak disse...

Amor é mesmo bem mais complexo.
Para ser peça, precisa de sexo.

Abraço.